Notícias

noticias.jpg


GERENTE COM PODER DE MANDO E GESTÃO NÃO TEM DIREITO A HORA EXTRA!


Segundo o Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT - 4), quando presentes os amplos poderes de mando e de gestão, conferidos ao empregado juntamente com salário diferenciado, configuram cargo de confiança. Portanto, não há que se falar em pagamento de horas extraordinárias. 

Segundo o Tribunal, pelo fato de o Reclamante ter percebido um vultoso salário, em que era embutida a gratificação de 40% (quarenta por cento), não fazia jus ao recebimento de horas extras, pois se enquadrava no artigo 62, inciso II da CLT.


Veja mais em: http://bit.ly/1RbMum4